sexta-feira, 29 de maio de 2015

Alimentos Termogênicos

       Os alimentos termogênicos são aqueles que demoram mais para serem metabolizados no processo de digestão, fazendo com que uma maior quantidade de energia seja consumida pelo organismo. Todos os alimentos gastam energia para serem digeridos, aumentando o gasto calórico, porém existem alguns onde esse efeito é maior, acelerando o trabalho do organismo. Esses são os classificados como termogênicos.
      A prática de atividade física deve estar interligada com o consumo correto desses alimentos, sendo orientada por nutricionistas. As características de cada indivíduo e a quantidade correta para serem ingeridos serão levadas em consideração
     O consumo desses alimentos no período noturno não é indicado, visto que pode prejudicar o sono. O consumo, se realizado em excesso, desses alimentos pode levar ao surgimento de sintomas como dor de cabeça, tontura, insônia e problemas gastrointestinais. Hipertensos e indivíduos com problemas cardíacos devem redobrar os cuidados, pois alguns desses alimentos aceleram os batimentos cardíacos. Também devem controlar o consumo pessoas que possuam problemas na tireoide, por estar relacionado ao aumento metabólico.



Lista de alimentos termogênicos: Pimenta vermelha, mostarda, gengibre, vinagre de maçã, acelga , aspargos, couve, brócolis, laranja, kiwi, cafeína, guaraná, água gelada, linhaça, gorduras vegetais, gorduras de coco e produtos derivados de chocolate.


sexta-feira, 15 de maio de 2015

Refluxo Gastroesofágico

      O Refluxo Gastroesofágico é causado pela volta do conteúdo do estômago para o esôfago, devido ao mal fechamento do canal que liga esses dois órgãos. Os sintomas causados são de forte queimação no local, desconforto, azia, e também podendo causar tosse, rouquidão e dificuldades para engolir. Qualquer tipo de pessoa pode estar sujeita a esse problema, inclusive bebês, crianças e gestantes. Confira a seguir algumas orientações ligadas a alimentação que podem amenizar o problema:


·         Procure deitar-se 2 horas após as refeições;
·         Evite utilizar roupas e cintas apertadas e permanecer por longos períodos em posturas inadequadas
·         Sempre durma com a cabeceira da levemente inclinada;
·         Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas;
·         Evite alimentos com temperaturas extremas;
·         Evite ingerir em excesso alimentos que agravam o refluxo, como frutas cítricas, molho de tomate, hortelã, menta, café, chá mate, chocolate e refrigerantes a base de cola;
·         Condimentos como alho e cebola devem ser utilizados com moderação;
·         Evite doces concentrados e alimentos gordurosos;
·         Evite o hábito de consumir goma de mascar;
·         Realize uma dieta equilibrada, contemplando todos os nutrientes necessários;
·         Alimente-se de forma calma, mastigando bem;
·         Realize as refeições em horários regulares;
·         Faça sempre o acompanhamento com um médico especialista.

Link útil: Federação Brasileira de Gastroenterologia.


      Para continuar tendo maiores informações, estejam sempre ligadinhos aqui no blog e siga nas redes sociais, nos links indicados aqui na página. Caso tenham alguma curiosidade sobre o assunto ou alguma sugestão, deixe o seu comentário. Até mais!!!

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Iogurte caseiro

         Preparar um iogurte caseiro pode ser um método mais econômico, saudável (por não utilizar conservantes) e ecologicamente benéfico para a natureza, pois as suas embalagens são reutilizáveis. É muito saboroso, sendo que todas as propriedades nutricionais do produto são mantidas durante o processo. Acompanhe a seguir essa deliciosa receita!
Resultado de imagem para iogurte desenho

Ingredientes e materiais:
- 1 pote de iogurte natural (200 ml);
- 1 litro de leite UHT;
- 1 termômetro culinário, que atinja até 90ºC;
- Embalagens limpas e secas;
- Tampas ou panos para isolar o calor.


         Modo de preparo
        Primeiramente, coloque o leite para ferver, até que alcance a temperatura de 85ºC, sempre mexendo para que não precipite no fundo por cerca de10 minutos. Caso não tenha um termômetro, aguarde até que o leite ferva e suba um pouco e apague o fogo. Então, mexa o leite até que a temperatura abaixe aos 43ºC. 
       Atingindo a temperatura ideal, acrescente o iogurte ao leite reservado até que a mistura fique totalmente homogênea. Deixe a mistura em um recipiente tampado, conservando o calor e aguarde por 6 horas. Passado esse tempo, leve a mistura para o congelador, até que ganhe consistência (por cerca de 4 horas). 
          A validade do produto antes de ser consumido, no congelador, é de 10 dias. Porém, após aberto, deverá ser consumido em, no máximo, 6 dias. Se preferir, adoce com mel ou adoçante. Optando pelo açúcar, utilize com moderação.


          Se você fizer essa receita, deixe seu comentário abaixo para sabermos como ficou! Participe do nosso blog também através do instagram (@semeando_saude) e das nossas demais redes sociais. Esteja sempre com a gente! Bom apetite e até mais!!!

"Os textos desse blog são apenas informativos. Nada substitui o acompanhamento nutricional realizado pessoalmente".