sexta-feira, 24 de julho de 2015

Como evitar o escurecimento de vegetais

    Sempre que vamos cortar frutas, como maçãs, banana, pêra, e outros vegetais, como batata e berinjela, nos deparamos com uma situação típica: o escurecimento enzimático. Em poucos minutos, caso fiquem em contato direto com o ambiente (rico em oxigênio, que ocasiona essa reação juntamente com substâncias contidas no próprio produto), esses alimentos alteram a coloração, o aroma e até são diminuídas algumas propriedades nutricionais, alterando a qualidade final do que será consumido. 


Resultado de imagem para como evitar o escurecimento enzimático


     Portanto, uma receitinha para que essa situação não ocorra de forma indesejada, é utilizar gotas ou suco de frutas cítricas, como laranja e limão, diminuindo o PH da fruta e inativando a enzima que desencadeia o escurecimento. Também podem ser usados soluções de água com sal ou açúcar, evitando o contato direto com o oxigênio.
     Gostou das dicas? Continue seguindo o blog Semeando Saúde nas redes sociais e faça os seus comentários e sugestões! Até mais!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Eu recomendo, conferi, conheci - #3

   Olá... Lá se foi mais um semestre e venho aqui dar o meu depoimento sobre as minhas experiências e o que descobri de novo durante esse período... 
    
   Programa "Socorro, meu filho come mal!" - Já falei um pouco sobre esse programa de TV lá na fanpage do blog no Facebook... É exibido pelo canal pago GNT, onde a nutricionista Gabriela Kapim vai a casa de uma família onde uma criança ou pré-adolescente apresenta problemas com a alimentação de uma forma geral (ex. a criança não ingere vegetais diversos na refeição ou não come a mesa), e tenta solucioná-los por meio de pequenas "intervenções", levando a criança a tomar contato com alimentos e adotando metas. Esse programa é exibido em forma de episódios, sendo que os pais que assistem podem se identificar com as situações apresentadas e ter algumas dicas importantes quanto a alimentação saudável para o seu filho.

Resultado de imagem para utensílios de bambu para cozinha   Utensílios de bambu antibacteriano - Essa dica é para aqueles que estão acostumados com a velha tábua de cortar carne de madeira ou a colher de pau, e, mesmo sabendo que podem ser fonte para a proliferação de microrganismos, ainda os utilizam. Esses utensílios fabricados a base de bambu não permitem o acúmulo de restos de alimentos e outros tipos de matéria orgânica, deixando também de reter umidade e serem mais leves e fáceis de manusear. Existem no mercado já várias marcas e são, além de tudo, muito bonitos. Vale a pena!




Resultado de imagem para cajá    Cajá - Quem viaja o nordeste, encontra com facilidade essa frutinha, que, além de ser mega saborosa, é muito rica nutricionalmente, contendo inúmeras vitaminas, sais minerais e fibra alimentar. Pode ser consumida em forma de polpa, sucos, sorvete, geleia, entre outros. Experimente...

 


Macarrão a base de milho - Massa alimentícia indicada às pessoas com doença celíaca, são nutritivos, fornecem energia e existem no mercado em vários formatos.(fusili, penne, espaguete, etc). Seu preço ainda é é alto se comparado ao tradicional, mas para quem procura diversificar a alimentação e ainda tem essa barreira é uma boa pedida. Várias marcas e lojas de alimentos naturais já trabalham com esse tipo de massa.






Resultado de imagem para feira orgânica    Feiras orgânicas - São feiras livres que hoje existem em diversas cidades do Brasil e do mundo que trabalham apenas com alimentos livres de agrotóxicos e sustentáveis. Esse comércio dá inúmeras opções para quem quer abastecer a dispensa com qualidade e de forma segura. É só pesquisar a mais próxima e aproveitar!

 





     Espero que todos os leitores tenham gostado das dicas acima e continuem acompanhando sempre o blog, aqui ou curta nas redes sociais... Até mais!!


"Os textos desse blog são apenas informativos. Nada substitui o acompanhamento nutricional realizado pessoalmente".